quarta-feira, 28 de abril de 2010

Bela e forte, que só eu, "desfilando" mais um dia da minha vida...


Acordei, cheia de sono. A miúda acordou, cheia de tosse! Ultimamente estamos assim... eu cheia de sono, ela cheia de tosse! Vesti-a, vesti-me. Deixei-a passear pela casa de fraldas um pouco antes, a ver se a “imunizo”, mas a catraia espirrou e eu peguei nela a correr cheia de remorsos e dores de consciência. Ela parecia feliz, mas espirrou! E eu... eu, vesti-lhe uma meia calça de algodão e calças de fato de treino, um body e uma camisola. Prendi-lhe o cabelo e ainda lhe enfiei um casaco de algodão. Aqui está frio. Mas ao menos faz sol! Preparei a mochila dela, a minha carteira, peguei nas chaves, telemóvel e danacol! Ela, que tinha ido buscar um boneco ao quarto, viu o seu triciclo da Kitty e sentou-se nele, olhando para mim, como quem diz: empurra! Eu, a morrer de dores no braço (estou assim desde ontem, calculo que seja tensão muscular), olhei para ela como quem diz: Fada-se! Vamos lá!
Empurra para um lado, empurra para o outro, ela de boneco na mão a virar o volante aleatoriamente, eu a levantar a roda para controlar a direcção. Abre portas, fecha portas, cheguei ao elevador e decido, enquanto espero por ele, beber o danacol (a ver se dou cabo do bicho! Ando a acumular doenças de velha, perdão, “vivida”)! O elevador chega. Empurra triciclo, segura carteira, segura mochila, carrega no botão e entorna danacol inteirinho! (D. Maria se me ler, desculpe...)
A pequena ri-se. Resta-nos um lance de escadas, pego no triciclo com ela sentada (não admira que me doa tanto o braço), chegamos ao carro. Arrumo as tralhas, sento-a, enfio o triciclo lá dentro, ela pergunta-me pelo “bai-bai” (a sua mantinha de eleição)... não veio. Hoje não veio. Ficou em casa! Esqueci-me dele! Dou-lhe o boneco, a outra que estava no chão do carro, sento-me, arranco, pego nos óculos de sol e penso, que se este colestrol não me matar, esta maldita rotina instalada acabará por se encarregar de o fazer!
Preciso de férias! URGENTE!

3 comentários:

  1. ai... falamos a mesma língua, não há dúvidas...

    ResponderEliminar
  2. Porque é que essa rotina me soa tão familiar? Vida de mãe ! Bj:-)

    ResponderEliminar
  3. ai... que bom que o meu já faz 10 anos... :D

    ResponderEliminar